Cigarrinha-do-milho: Fabiano da Luz propõe criação de linha de crédito aos agricultores

Santa Catarina

12 ABR, 2021

O Estado de Santa Catarina deve ter queda na produção de milho de cerca de 2,7 milhões de toneladas para 1,5 milhão na safra 2020/21 devido à praga da cigarrinha. Após ouvir lideranças de diversos municípios que tiveram suas lavouras atingidas pelo inseto-vetor das doenças denominadas de enfezamentos na cultura do milho, o deputado Fabiano da Luz (PT) apresentou proposta de criação de linha de crédito e de assessoria técnica aos agricultores. As regiões mais atingidas são Meio-Oeste, Oeste, Extremo-Oeste, Planalto Norte e Planalto Serrano, segundo a Epagri, que acompanha o impacto da cigarrinha-do-milho no Estado.

“Muitos municípios catarinenses têm sua economia baseada na agricultura e, com essa praga, muitos tiveram uma queda significativa na sua arrecadação e muitos produtores estão desmotivados para dar continuidade aos trabalhos de uma vida e que sustentam suas famílias”, argumentou o deputado. A Indicação, de autoria do parlamentar, foi feita ao governo do Estado, à Secretaria de Estado da Agricultura e Desenvolvimento Rural, à Secretaria de Estado da Fazenda, à Epagri e à Fapesc. 

"Como os nossos agricultores vão superar as dificuldades financeiras já que venderam antecipadamente a safra e acabaram sofrendo essas perdas na produção?", questionou. Ainda, o deputado destacou que Santa Catarina é um grande produtor de aves e suínos, e o Estado depende da produção de milho para atender as demandas de granjas e agroindústrias. 

Em conversa com o secretário da Agricultura, Altair Silva, o deputado Fabiano solicitou, na última semana, planos para o enfrentamento do problema. “A Secretaria está finalizando um programa de auxílio aos agricultores que tiveram perdas em suas safras. Buscamos que o Estado seja parceiro dos municípios e de todo o Oeste catarinense”, enfatizou o deputado, que é coordenador da Bancada do Oeste. 

“Os produtores podem sofrer perdas de até 70% das lavouras na safra 2020/2021 por causa da praga da cigarrinha-do-milho. O secretário Altair Silva nos informou e nós, Bancada, estamos acompanhando o processo de busca por uma linha de crédito de até R$ 30 mil para pagamento em dez anos aos nossos agricultores prejudicados”, acrescentou o parlamentar, líder da Bancada do PT na Assembleia. 

Água Doce

“Recebemos a reivindicação por apoio aos produtores de milho de diversos municípios. Lideranças da região de Água Doce, através da Câmara de Vereadores, nos solicitou ação junto ao governo e órgãos estaduais para o enfrentamento à praga nas lavouras”, afirmou o deputado. 

Crédito/foto: Eliéser Donhauser

 

Mais notícias

Santa Catarina

Fabiano da Luz (PT) visita local da demolição de escola na comunidade quilombola e requer providências urgentes

09 ABR, 2021

Oeste

Deputado Fabiano vai conferir in loco demolição de escola na comunidade quilombola, em Campos Novos

08 ABR, 2021

Oeste

Bancada do Oeste firma compromisso com Hospital Regional de São Miguel do Oeste e busca apoio financeiro

07 ABR, 2021

Santa Catarina

Fabiano da Luz recebe visitas de secretário estadual, lideranças de Descanso e Planalto Alegre

07 ABR, 2021