"Desperdício de alimentos no mundo" PARTE 2 por Fernanda Hentz

Santa Catarina

22 DEZ, 2020

Raízes e tubérculos são a segunda classe de alimentos mais desperdiçada, cerca de 35% do total produzido. Todas as regiões perdem o maior volume destes alimentos na fase de produção agrícola, devido à seleção para qualidade, e durante o manejo pós-colheita e armazenamento. Aproximadamente 60% e 52% do total produzido de raízes e tubérculos são desperdiçados na América do Norte e Europa, respectivamente; os países que mais desperdiçam esse tipo de alimentos.

Leite e derivados figuram na terceira posição, com 26% de desperdício em relação ao volume total produzido mundialmente. Destes, 40-65% ocorre na fase de consumo nos países de alto poder aquisito, e nas regiões em desenvolvimento, as maiores perdas ocorrem durante o manejo pós-coleta, armazenamento e na distribuição. As perdas na fase de produção são da ordem de 3-4% do volume total, especialmente por mastite nos animais. A África Subsaariana apresenta desperdício insignificante destes produtos na fase de consumo, contudo, lidera o ranking de desperdício total a nível global desde a produção até o varejo (25%), seguido pela América Latina com 23% e América do Norte com 20%.   

No caso do cereais, o trigo é a cultura de maior oferta em países de médio e alto poder aquisitivo, e a fase de consumo é onde ocorrem os maiores desperdícios, aprox. 40-50% do total produzido nesses países. Em países de menor poder aquisitivo, o arroz é o principal cereal consumido, especialmente nas regiões populosas do Sul e Sudeste da Ásia. Nessas regiões ocorrem poucas perdas e descartes na distribuição e consumo, mas são relativamente altas na produção agrícola e manejo pós-colheita e armazenagem. 

 

Figura 3. Total de produção agrícola vs. desperdício de alimentos. Adaptado de FAO, 2011.

 

 

 

A produção agrícola e pecuária vem sofrendo crescente pressão da sociedade com relação ao uso dos recursos naturais, e mudanças climáticas associadas a ela. Embora aumentar a produção de alimentos primários seja fundamental para atender o aumento na demanda, dado pelo crescimento da população mundial, as tensões entre produção e acesso a alimentos podem ser reduzidas se explorarmos o potencial de redução no desperdício de alimentos. Soluções eficientes existem ao longo de toda a cadeia de produção de alimentos, para reduzir o total de comida perdida e descartada. Em países de baixa renda, as medidas devem abranger o nível do produtor, por exemplo, melhorando as técnicas de colheita, formação técnica do agricultor, instalações de armazenamento e cadeias de resfriamento, acesso a tecnologias, logística de venda mais próxima do local de produção. Em países industrializados e de alto poder aquisitivo, por outro lado, soluções a nível do produtor e industrial serão apenas marginais se os consumidores não mudarem o comportamento que causa os altos níveis de desperdício de alimentos. 

Outro aspecto importante é a mudança dos altos padrões de exigência dos supermercados quanto ao aspecto dos produtos frescos, especialmente frutas e vegetais. Muitos destes produtos são rejeitados na recepção dos estabelecimentos devido aos rigorosos padrões quanto ao peso, tamanho, formato e aspecto, resultando que muitos dos alimentos sequer deixam o local de produção. Mesmo sabendo que parte dos produtos rejeitados são utilizados na alimentação animal, as exigências de qualidade desviam a função inicial desses alimentos que era o consumo humano. A exigência de qualidade quanto ao aspecto dos alimentos é dos estabelecimentos, mas é dada pelo consumidor em sua origem.


Mais informações:

Informações:

Fernanda Hentz
Formações:
Zootecnista, Udesc
Mestrado em Zootecnia na área de Nutrição de Ruminantes, UFSM
Doutorado em Zootecnia na área de Nutrição de Ruminantes, UFSM
Pesquisadora da Epagri, Estação Experimental de Lages, cedida para a Alesc.

 Foto: Portal Setor Reciclagem (Divulgação)

Mais notícias

Meio Ambiente

"Desperdício de alimentos no mundo" por Fernanda Hentz

19 DEZ, 2020

Saúde

Vitória de SC: aprovada a isenção do ICMS sob o Zolgensma

17 DEZ, 2020

Cultura

Estudantes de São Carlos participam de "Exposição Virtual" no mandato de Fabiano

15 DEZ, 2020

Oeste

Fabiano da Luz quer MAIS RECURSOS do Governo no combate à estiagem

08 DEZ, 2020